top of page
olá!

Educar é um processo complexo. Ter boas intenções não é suficiente para acompanharmos o crescimento dos nossos filhos.


Antigamente os pais contavam, com 3 apoios incondicionais, para educar: a comunidade, o instinto e o sentido comum. Mas estes apoios já não são os mesmos, temos que desenvolver e renovar de uma maneira consciente outros aspetos:


O conhecimento com compreensão, ou seja, conhecermos e acompanharmos todas as etapas de desenvolvimento das crianças, com um olhar compreensivo e atento. Dar espaço para que a criança se possa expressar e consolidar a sua individualidade.
 

A autoeducação é importante, o adulto conseguir discernir entre os seus desejos pessoais e os que mais convêm ao seu filho. Temos que desenvolver a nossa capacidade de observarmo-nos e ao outro, com absoluta imparcialidade, objetividade e honestidade, assumindo com
responsabilidade as consequências. Quando nos conseguimos colocar nesse papel, mais facilmente distinguimos entre as nossas necessidades e as dos nossos filhos.

 

A confiança, o nosso valor enquanto educadores dos nossos filhos, as nossas capacidades, as nossas fraquezas, as nossas responsabilidades. Temos que ter coragem para aceitar o facto de sermos imperfeitos, de não sabermos todas as respostas e de mãos dadas com os nossos filhos procurarmos uma resposta, atrevermo-nos a errar, superar os medos que nos paralisam, ignorar a culpa que tanto nos “mói a cabeça”.
 

Temos que ter Coragem e Valor para encontrar e falar a nossa verdade.
 

Por isso criámos este espaço, de partilha das nossas angústias, desejos e ambições!

22BCA036-DC75-4951-9ECE-DE46A329F29E_edi
Sara Gomes
Co-Fundadora

Sou a Sara, 47 anos,  filha, mulher, mãe de dois adolescentes (16 e 18 anos), companheira e educadora.

Nascida em Lisboa, cresci na Ásia e , neste momento, encontro-me a viver na Holanda, há 6 anos.

Fiz formação em Educação de Infância, pós-graduação em Pedagogia Waldorf e várias formações em áreas variadas da educação e parentalidade.

No entanto foi como mãe de dois, que vi em primeira mão como é difícil gerir a tua (in)formação, junto com a tua intuição e instinto de mãe, acompanhada da (des)ajuda dos mais próximos.

Um  processo que encanta e é maravilhoso mas que tem momentos de nos levar à loucura. E esta é a jornada de nos tornarmos mãe ou pai!

E surge daí a nossa missão, de procurar apoiar e acompanhar pais, educadores, e através deles, as crianças, neste caminho de crescer juntos.

Pois a verdade é que, a maioria das verdadeiras descobertas, quer com os meus filhos, quer com as outras crianças, vieram através do viver, do observar, do escutar interior e da partilha.

Acredito que ser uma mãe, pai,  educador confiante poderá vir em parte do conhecimento teórico mas, vem sobretudo do auto-conhecimento, e da auto-educação.

Benvindos estou muito feliz por estares aqui!

 

Dulce.JPG
PHOTO-2020-11-02-14-17-16.jpg
Felipa Vieira
Co-Fundadora

Sou a Felipa, mulher, mãe, companheira e educadora.

A minha missão de vida é fazer do mundo um lugar melhor, ajudando e cuidando de famílias e crianças.

Ao longo de 15 anos tenho acompanhado, com entrega e paixão, o caminho de muitas famílias que escolheram confiar-me os seus filhos.

Procuro respeitar e acompanhar de uma forma mais consciente, e de acordo com os valores de cada família, todo o crescimento que surge nesta caminhada da vida.

Sou formada em Educação de Infância, em Pedagogia Waldorf, a qual exerço, em Emmi Pickler e em Trouchpoints. Mas foi quando fui mãe que a minha vida levou um grande abanão. Sem grande apoio familiar, sem grande rede de amigos e a viver numa grande cidade. Sou natural dos Açores e vivo em Lisboa.

Surgiu a necessidade de encontrar alguém com quem conversar, alguém que me ajudasse a pensar sobre o nosso agir enquanto pais, não enquanto profissional, de um modo imparcial e ao mesmo tempo atento. Foi aí que a Sara entrou na minha vida, e juntas fomos crescendo e nos apoiando, neste caminho de desenvolvimento enquanto mães.

Educar é uma constante auto-educação, e ninguém tem todas as respostas para as situações que vão surgindo. É uma construção que progressivamente fazemos connosco, e intimamente com os nossos filhos, com um olhar atento e amoroso. Não é nada simples.

Foi em virtude dessa comum dificuldade que nos surgiu esta ideia, deste espaço de partilha íntima, de escuta ativa e amorosa. Para sermos melhores e para educarmos melhor.

 

Abraço-vos

DULCE CRUZ
Formadora

Dulce Cruz é a erva@dulce. É mãe da Sara, que tem cinco anos. É designer de livros, activista pelos direitos das crianças e formadora de famílias e profissionais em desenvolvimento infantil. Tem certificação no nível avançado da pedagogia Pikler-Lóczy, que alia a estudos em neurociência infantil.
Cuida da comunidade Erva Daninha para partilhar conhecimento em temas tão importantes como o desenvolvimento motor livre, os cuidados de qualidade, o brincar livre e o desfralde sem treino.
Vive no Porto, gosta de andar descalça e traz com ela um novo olhar sobre a competência dos bebés. 

bottom of page